FRAPA 2017 divulga curtas e roteiros premiados

 

       Evento ocorreu de 4 a 7 de julho na Capital

 
Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre (FRAPA), realização da Coelho Voador e Epifania Filmes, anuncia os curtas e roteiros vencedores de sua quinta edição. O festival tem direção de Leo Garcia e produção executiva de Mariana Mêmis Müller. O grande destaque da mostra de curtas foi a produção iraniana “Lunch Time”, de Alireza Ghasemi, que levou os prêmios de melhor título, diálogo e roteiro. A mostra de curtas deste ano selecionou 14 obras entre 116 títulos de 21 países diferentes. Na competição de roteiros, destacam-se “O Inverno e a Aldeia”, da portuguesa Melissa Lyra, que levou o primeiro lugar na categoria longa-metragem, e “Impulso”, da paulista Marcela Macedo, vencedor na categoria piloto de série. O evento ainda distribuiu premiações para os melhores pitchings, como são conhecidas a apresentações individuais de projetos audiovisuais.
 
Maior evento do gênero na América Latina, esta edição do FRAPA trouxe, pela primeira vez a Porto Alegre, o roteirista James V. Hart. O cineasta norte-americano apresentou sua master class e sessões comentadas de “Drácula de Bram Stoker” e “Hook – A Volta do Capitão Gancho”. A sede do evento, a Cinemateca Capitólio Petrobras, foi palco de palestras, debates e workshops, entre outras atividades, durante os quatro dias do evento. O FRAPA também trouxe este ano à Capital nomes do cinema contemporâneo brasileiro como Luiz Bolognesi (“Como Nossos Pais”), Júlia Murat (“Pendular”), Lucas Paraizo (“Gabriel e a Montanha”), Aly Muritiba (“Para Minha Amada Morta”) e Yasmin Thayná (“KBELA“), além de representantes de empresas como NBC UniversalO2 FilmesGullane FilmesGlobo Filmes, entre outras.
 
Mostra de Curtas
Melhor Título: “Lunch Time”, roteiro de Alireza Ghasemi (Irã)
Melhor Cena: “Estado Itinerante” (cena final), roteiro de Ana Carolina Soares (Belo Horizonte/MG)
Melhor Diálogo: “Lunch Time” (primeira cena), roteiro de Alireza Ghasemi (Irã)
Melhor Personagem: “Estado Itinerante” (Vivi), roteiro de Ana Carolina Soares (Belo Horizonte/MG)
Melhor Final: “Deus”, roteiro de Vinicius Silva e Débora Mitie (São Paulo/SP)
Melhor Roteiro: “Lunch Time”, roteiro de Alireza Ghasemi (Irã)
 
Concurso de Roteiro de Longa-Metragem
1º Lugar – “O Inverno e a Aldeia” – Melissa Lyra (Portugal)
2º Lugar – “Um Lugar para Viver” – Marcelo Esteves (Rio de Janeiro/RJ)
3º Lugar – “Deserto Particular” – Henrique Dos Santos e Aly Muritiba (Curitiba/PR)
Menção Honrosa – “Bugs” – Mariana Tesch Morgon (São Paulo/SP) e “Na Batalha” – Dani Reule (Rio de Janeiro/RJ)
Prêmio de Melhor Pitching Longa-Metragem: “Bugs” – Mariana Tesch Morgon (São Paulo/SP)
Menção Honrosa: “Meu Mar” – Carlos Marcelo Carvalho (Brasília/DF)
Concurso de Roteiro de Piloto de Série
1º Lugar – “Impulso” – Marcela Macedo (Santo André/SP)
2º Lugar – “Soldiers & Bandits” – Eduardo Soto-Falcon (Canadá)
3º Lugar – “Santo Inácio” – Daniel Almeida (Porto Alegre/RS)
Menção Honrosa – “A.A.” – Jorge Campusano Muñoz (Chile) e “Inerte” – Rayan Ruiz e Nate Buzellil (São Paulo/SP)
Prêmio de Melhor Pitching Piloto de Série: “Astro Delivery”, de Rafael Baliú (São Paulo/SP)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s